Dia do Diploma

No passado dia 28 de outubro de 2016, pelas 21 horas, decorreu, no Pavilhão da Escola Secundária de Valbom, a cerimónia de entrega de diplomas relativos ao ano escolar de 2015/ 2016. Esta iniciativa visa reconhecer publicamente o mérito dos alunos em diversas áreas, assim como o trabalho dos professores.

 A organização deste evento coube aos professores Ernesto Magalhães, Felismina Teixeira, Judite Pinto e José Nogueira, que contaram com o apoio de alguns discentes da Escola Básica Marques Leitão e da Escola Secundária.

Os prémios distinguiram os alunos dos 1.º, 2.º e 3.º ciclos do ensino básico e do ensino secundário integrados nos quadros de excelência, mérito e desempenho escolar, bem como aqueles que se empenharam na superação das suas dificuldades ou na participação em muitas outras atividades do Agrupamento, nomeadamente no Projeto Escola em Movimento, no projeto É preciso ter lata!, no DELF, no projeto Caça Talento, no MatUTAD, no Canguru Matemático e no Desporto Escolar.

A cerimónia iniciou-se ao som da música “A Thousand Years”, de  Christina Perri, e, seguidamente, após a abertura formal da sessão, procedeu-se à tão aguardada entrega dos diplomas, no decurso da qual os alunos viram reconhecido, perante a comunidade, todo o esforço desenvolvido ao longo do ano anterior. Para o prestígio geral da noite contribuíram, igualmente, duas atuações do “Grupo de Desporto Escolar – Atividades Rítmicas e Expressivas do AEV” e o testemunho de um ex-aluno do Agrupamento, a frequentar, no momento, a Faculdade de Economia da Universidade do Porto. Francisco Silva dirigiu ao atual corpo estudantil da escola um discurso emotivo e motivador, sublinhando a riqueza e o valor formativo das experiências que, enquanto aluno, aqui recebeu. O evento terminou às 23 horas, sendo bem visível o agrado de todos perante uma iniciativa que pretendeu divulgar os valores da escola.

Durante a cerimónia, os nossos repórteres tiveram a oportunidade de entrevistar encarregados de educação, alunos, staff, professores e membros da Direção. Para todos os encarregados de educação, este momento de reconhecimento público do mérito é extremamente importante e muito valorizado pelos seus educandos, embora alguns tivessem afirmado que gostariam que a Associação de Pais tivesse uma participação mais ativa na organização de edições futuras.

Por seu turno, os alunos afirmaram que estas ocasiões os incentivam a investir mais no seu percurso escolar e a trabalhar mais arduamente em prol do seu progresso individual. Beatriz Carneiro, uma das alunas entrevistadas, resumiu assim a sua visão sobre o Dia do Diploma: “É uma iniciativa que leva os alunos a dar mais valor à escola e que permite aos pais ver o estabelecimento (ginásio) fornecido pela Câmara.” Sara Almeida confirmou esta opinião, sublinhando, além disso, o modo como esta atividade reflete bem o que, a seu ver, distingue este agrupamento das outras escolas: o «muito bom» relacionamento entre alunos e professores.

Que o diga Jéssica Pinto, um dos membros do staff, cujo empenho permitiu que tudo corresse como previsto, e que não deixou de sublinhar a aprendizagem inerente ao seu envolvimento neste processo: “Tentaste e esperas ter dado o teu melhor. É uma experiência nova que nos ajuda a ganhar mais responsabilidade, visto que há muita coisa em jogo.”

Entre os professores, o relevo concedido a este evento foi também unânime. Para Laura Gaspar, docente de Educação Física, cerimónias como esta incentivam “os alunos e é uma honra para os pais, para os alunos e para os professores verificar que o seu trabalho está retratado nos resultados que os alunos obtêm”, acrescentando, em seguida, que «os professores se preocupam com o bem-estar dos alunos e com o seu crescimento” como pessoas, o que faz com que estes “tenham sucesso a nível escolar, social e pessoal.” Por sua vez, Maria João Correia, responsável pela atuação do “Grupo de Desporto Escolar – Atividades Rítmicas e Expressivas do AEV”, entende este evento como uma mais-valia, no que se refere à divulgação do trabalho realizado na área do desporto escolar junto de toda a comunidade. Felismina Teixeira, uma das responsáveis pela organização desta iniciativa, considerou que tudo correu bem, apesar de esclarecer que “é um bocado difícil, quando estamos incluídos, julgar as coisas.” Paulo Ribeiro, assessor da Direção, destacou, por fim, a importância de se continuar a realizar esta atividade nas instalações da escola, e não em espaços exteriores, como aconteceu em anos anteriores.

O Dia do Diploma constituiu, assim, a expressão máxima dos bons frutos que advêm do esforço e dedicação diários dos professores e alunos deste Agrupamento, vertentes que, segundo ex-estudantes da instituição, torna(ra)m a passagem por aqui memorável. Para quase todos, concluído o seu percurso de escolaridade, o AEV perdura como memória de um «tempo fértil», como queria Alexandre O’Neill, durante o qual aprenderam valores fundamentais para a vida: a amizade, a responsabilidade, o companheirismo, o espírito de entreajuda, a honestidade, o trabalho árduo e o altruísmo. São estas lições que transparecem nas palavras saudosas que Edmundo Klironomos endereça aos atuais alunos da escola, aqui tomadas como um justo epílogo desta noite: “Enquanto estiverem cá, devem dar o vosso melhor, o que tiverem e o que não tiverem, porque a vida é completamente diferente fora dos portões da escola. Aqui são bem acolhidos e têm gente à vossa volta que contribui para o vosso sucesso.»

 

ANA OLIVEIRA, DANIEL NEVES E INÊS MOREIRA

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s